A logística está intimamente ligada ao setor pet. Em 2018 eram mais de 151 mil estabelecimentos que atuavam diretamente ou indiretamente com produtos e serviços relacionados aos animais de estimação, e cada um desses players só pode atuar com segurança graças a um sistema logístico pensado e estruturado para atendê-los.

Em 2018 o setor pet produziu mais de 2,74 milhões de toneladas em alimento completo para os animais de estimação. Todo esse volume é distribuído no território nacional por meio de uma cadeia logística que envolve desde o transporte e entrega dos insumos, máquinas e matérias-primas nas fábricas até a entrega do alimento embalado nos pet shops e mercados próximos do cliente final.

O Brasil se destaca por possuir um dos maiores sistemas logísticos do mundo com mais de 2 milhões de caminhões e cerca de 1,7 milhão de quilômetros de rodovias, por onde são escoados escoam anualmente cerca de 60% do volume de cargas produzidas no país. A extensão do país demanda operadores em uma malha que envolve, além das estradas, portos, portos secos, galpões, entrepostos e ambientes urbanos.  Os esforços fazem com que, no final da cadeia de valor, nossos pets recebam o que há de melhor.